O Glossário da Tecnologia para Descomplicar sua Vida

O Glossário da Tecnologia para Descomplicar sua Vida

No mundo da programação e dos negócios existem diversos termos pouco conhecidos que podem deixar perdidos os novatos na área. Lead, bench e API são alguns deles que sempre estão presentes dentro das reuniões de desenvolvimento de diversas empresas, e não é diferente aqui na Síntese Júnior. Para ajudar você, novato nessa área, preparamos um glossário para te explicar o significado desses termos!

Glossário

API (“Application Programming Interface” ou “Interface de Programação de Aplicativos”) – É um conjunto de rotinas e padrões de programação para acesso a um aplicativo de software ou plataforma baseado na Web. Uma API é criada quando uma empresa de software tem a intenção de que outros criadores de software desenvolvam produtos associados ao seu serviço.

Benchmarking (ou “Bench”) – Ajudar ou buscar ajuda em outras empresas, que passam ou passaram pelas mesmas situações.

Buzzword – Palavra ou expressão de uma área particular tornada popular pelo uso intensivo

Deploy – Colocar em Produção.

HTML(“HyperText Markup Language”) – É a linguagem usada para estruturar as páginas da web.

HTTP (“Hypertext Transfer Protocol”) –  É o protocolo usado na internet, para transferir as páginas HTML.

HTTPS – É uma implementação do protocolo HTTP sobre uma camada adicional de segurança que utiliza o protocolo SSL/TLS. Essa camada adicional permite que os dados sejam transmitidos por meio de uma conexão criptografada e que se verifique a autenticidade do servidor e do cliente por meio de certificados digitais. 

Lead – Uma pessoa interessada por seu produto ou serviço e que demonstra a intenção de adquiri-lo

MVP(“Minimum Viable Product” ou “Mínimo Produto Viável”) – É a versão mais simples de um produto, mas que já pode ser usada pelo cliente. Em software geralmente é a versão inicial do sistema que oferece apenas as funcionalidades essenciais para o cliente.

Persona – É a representação fictícia do cliente ideal de um negócio. Ela é baseada em dados reais sobre comportamento e características demográficas dos clientes, assim como suas histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações. A persona guia a criação de conteúdo e de marketing digital.

Pirâmide de Maslow – A pirâmide de Maslow, também é conhecida como Pirâmide das Necessidades Humanas, e coloca essas necessidades em hierarquia. Ela nos ajuda a entender as motivações e prioridades dos indivíduos para que eles alcancem a satisfação. As necessidades da base são para sobrevivência, enquanto as do topo são para realização pessoal e profissional.

Produção – É a versão do sistema que já está rodando oficialmente.  Ex: Um site que já está no ar.

SEO(“Search Engine Optimization”) – É um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web. Essas otimizações visam alcançar bons rankings orgânicos gerando tráfego e autoridade para um site ou blog.

SPA(“Single Page Application”) – É uma aplicação (normalmente web) que consiste em apenas uma página, em que o usuário pode fazer tudo.

SQL Injection – Técnica de ataque que explora uma vulnerabilidade em sistemas integrados a bancos de dados (SQL) em que o atacante injeta um trecho de código SQL na aplicação através de um campo de texto, presente, por exemplo, em formulários ou caixas de pesquisa.

SSL(“Secure Sockets Layer”) – É um tipo de segurança digital que permite a comunicação criptografada entre um site e um navegador. Atualmente a tecnologia se encontra depreciada e está sendo completamente substituída pelo TLS.

 

Comentários: 2

Adicione seu comentário